Projeto “fala, zanmi” do SJMR BH lança catálogo de professores de idiomas migrantes e refugiados
Notícias
            Informações             Notícias             Projeto “fala, zanmi” do SJMR BH lança catálogo de professores de idiomas migrantes e refugiados
25/03/2021 SJMR Notícias Projeto “fala, zanmi” do SJMR BH lança catálogo de professores de idiomas migrantes e refugiados
A+ a-

Serviço Jesuíta a Migrante e Refugiados de Belo Horizonte, projeto apoiado pela Província Santa Cruz, acaba de lançar o catálogo de “Professores de Idiomas do Projeto Fala, Zanmi”. A iniciativa vem oferecendo, desde 2017, aulas de idiomas diversos ministradas por pessoas migrantes e refugiadas. O projeto, que oferece cursos de idiomas para brasileiros, tem como diferencial a aprendizagem com professores nativos, além da riqueza dos aspectos históricos e culturais no conteúdo ministrado.

este ano de 2021, em decorrência da pandemia de Covid-19, o projeto, que era realizado presencialmente, foi reconfigurado de forma a apoiar os professores migrantes por meio da divulgação de seus trabalhos. A equipe de Meios de Vida do SJMR BH foi responsável por identificar e reunir os profissionais residentes em Minas Gerais com experiência no ensino de idiomas. Os professores foram selecionados mediante alguns critérios, como: tempo de experiência, a metodologia e disponibilidade. Toda contratação e negociação é feita diretamente com os professores por meio de seus dados de contatos.

A iniciativa, segundo a Analista Social Nathália de Oliveira, é extremamente importante, pois possibilitará conhecer melhor a cultura e vivências dos professores. “O projeto também é uma oportunidade de geração de renda para os migrantes, uma vez que todo o valor das mensalidades é repassado integralmente a eles”, acrescenta. Você pode acessar o catálogo neste link.

CONFIRA O PERFIL DOS PROFESSORES

Inglês

Samuel Kofi (Gana): 29 anos, possui duas graduações (Educação e Negócios) e pós-graduação em estudos bíblicos. Sua língua nativa é o inglês e sua experiência com o ensino do idioma já dura mais de cinco anos. Está apto para ministrar aulas a pessoas que já estejam nos níveis intermediário ou avançado de inglês e sua abordagem é imersiva. As plataformas utilizadas são Google Meet, Skype, Teams ou Zoom e, no momento, Samuel tem disponibilidade nos três turnos (manhã, tarde e noite). Mais informações: [email protected] / (31) 99908-7652.

Nuhu Fusheini (Gana): tem 41 anos, falante de inglês, idioma que ensinou por mais de cinco anos em Gana e que vem ensinando por um ano e meio no Brasil. Possui graduação em Educação e as aulas são apoiadas por vídeos, textos, livros e flash cards. As plataformas utilizadas pelo professor são Skype e Whatsapp e há horários disponíveis nos dias úteis e também aos finais de semana. Mais informações: [email protected] / (31) 99293-9855.

Espanhol

Gober Mauricio (Colômbia): 42 anos de idade, graduado em Jornalismo, é professor particular de espanhol desde 2015 e, há dois anos, atua também como professor em uma escola de idiomas em Belo Horizonte. Ministra aulas online no Google Meet e utiliza recursos do Google Drive, além do conteúdo de diferentes livros a partir da demanda do aluno. Os horários são flexíveis e podem ser combinados de acordo com a disponibilidade do aluno. Mais informações: [email protected] / (31) 99150-0773.

Alvaro Maurício (Colômbia): 38 anos, graduado em física, possui mais de um ano de experiência no ensino de espanhol nos níveis A1, A2, B1 e B2 para fins de estudo, viagem, turismo ou negócios. São utilizados em suas aulas livros, vídeos e áudios didáticos, além da análise de textos e podcasts sobre vocabulário e expressões em espanhol latino-americano. As aulas acontecem via Google Meet, Zoom e Whereby. O professor tem horários disponíveis de segunda a sexta, das 09h às 16h. Mais informações: [email protected] / (31) 99500-0180

Richard Santana (Venezuela): tem 53 anos, graduado em Artes e História da Arte e mestre em Museologia, possui mais de uma década de experiência no ensino de espanhol. É fluente em Português e a metodologia envolve o uso de textos e áudios, resolução de exercícios orais e escritos, exercícios e reflexões sobre funções linguísticas e de gramática, comunicação formal e informal, além de conhecimentos culturais referentes ao mundo hispano. A plataforma preferencial é o Google Meet, mas isso pode ser negociado, assim como os horários e a duração das aulas. Mais informações: [email protected] / (31) 99786-3973.

Gilberto José (Venezuela): 61 anos, morador de Belo Horizonte, é professor especialista de espanhol, com mais de 25 anos de experiência de ensino do idioma em seu país. As aulas são baseadas na apresentação de slides, além do uso de livros didáticos. A plataforma de ensino a ser utilizada pode ser combinada entre aluno e professor e há horários disponíveis nos três turnos (manhã, tarde e noite). Mais informações: [email protected] / (31) 97152-4898.

Maria Isabel (Venezuela): 41 anos, é graduada em Arquitetura e Urbanismo e possui nível intermediário de português. Oferece aulas particulares de espanhol há mais de um ano, através da conversação, com conteúdo audiovisual teórico e prático, segundo o nível do aluno. O método de imersão total utilizado acelera a velocidade da aprendizagem, o entendimento da fala e a fluência do idioma. A plataforma utilizada é o Zoom e a disponibilidade de horários é de segunda a sexta, das 08h às 11h e das 18h30 às 20h. sábados das 15h às 18h. Mais informações: [email protected] / (31) 99577-0859.

José Miguel (Venezuela): 28 anos, é estudante de psicologia e, há mais de dois anos, dá aulas de espanhol nível intermediário para brasileiros. A metodologia é flexível e se adapta às necessidades e interesses do aluno, com foco no desenvolvimento das quatro habilidades da comunicação (fala, escuta, leitura e escrita). São utilizados conteúdos vinculados aos elementos próprios da cultura dos países latino-americanos. Horários disponíveis no turno da noite e aos finais de semana, com aulas via Google Meet ou Teams. Mais informações: [email protected] / (31) 99791-4915 / Instagram: @jmiguelso.

Lianny Sanchez (Cuba): 33 anos, mestre em engenharia elétrica pela UFMG e doutoranda em Educação na mesma universidade. Possui mais de cinco anos de experiência no ensino de espanhol para brasileiros. Além das aulas, oferece preparação para apresentações e conferências internacionais e também para as provas do CENEX (Centro de Extensão da Faculdade de Letras da UFMG). O material, a metodologia e a plataforma utilizados são escolhidos de acordo com as necessidades de cada aluno, e a disponibilidade de horário é de segunda a sexta, das 08h às 16h. Mais informações: [email protected] / (31) 99380-1752.

Jhoster Rafael (Venezuela): tem 30 anos e é graduado em Educação Integral. Há um ano e meio vem ministrando aulas de espanhol para brasileiros de várias idades. Oferece programas de ensino específicos para utilização em viagens e realização de provas, além das aulas nos níveis básico, intermediário, avançado e de aperfeiçoamento. Possui português avançado e está disponível de segunda a domingo, das 08h às 20h. A metodologia consiste na exposição do conteúdo em slides e exercícios de gramática e pronúncia, de acordo com a necessidade do aluno. A plataforma utilizada é o Google Meet. Mais informações: [email protected]/ (31) 97597-4613 / instagram: @professor.nativo.espanhol.ve.

Espanhol e Italiano

Enzo Enrique (Venezuelano): 52 anos, professor com graduação em ensino dos idiomas espanhol e italiano e mestre em Pedagogia. Possui 23 anos de experiência com crianças, jovens e adultos. Tem ministrado aulas de espanhol e italiano para brasileiros, inclusive para os que residem na Espanha e Itália. A metodologia é referenciada pelo manual europeu de ensino de idiomas, que indica os níveis de domínio da língua, as competências, os indicadores, o conteúdo e o número de horas por nível. O enfoque é comunicativo, buscando desenvolver habilidades de fala, compreensão, escrita e leitura. As aulas acontecem via Google Meet ou Skype e são utilizados documentos do Google Drive. A disponibilidade é para os turnos da manhã, tarde e noite, inclusive aos finais de semana. Mais informações: [email protected] / (31) 99514-4679.

Francês

Juniorson Jeune (Haiti): tem 30 anos e possui dois idiomas nativos: crioulo haitiano e francês. Estudante de Engenharia de Produção, ministrou aulas de francês para um grupo de 15 alunos durante nove meses e gostaria de voltar a fazer o que mais ama: ensinar. Utiliza o livro “la grammaire française” cujo conteúdo é bem prático e apresenta tópicos como regras gramaticais, vocabulário e conjugações. O material é o mesmo utilizado nas escolas haitianas para o ensino da língua francesa. Está disponível para aulas nos dias úteis após às 17h e, aos finais de semana, até às 17h, pelo Skype. Mais informações: [email protected] / (31) 99665-9857.

Árabe

Khaled Tomeh (Síria): 36 anos, graduado em Engenharia de Agricultura, Tecnologia de Alimentos e Ciências Biológicas, possui português avançado e experiência de mais de três anos no ensino do árabe. As aulas podem ser em grupo ou individuais, via Google Meet ou Teams e são utilizados materiais digitais. O curso aborda tópicos culturais e históricos e o ensino abrange as modalidades formal (sírio e libanesa) e informal do idioma árabe. O professor possui disponibilidade aos finais de semana, nos turnos da tarde e da noite. Mais informações: [email protected] / (31) 97344-2678.

Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
Notícias
                  
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Seth Comunicação