Núcleo Marielle, presente!
Notícias
            Informações             Notícias             Núcleo Marielle, presente!
26/04/2018 Gustavo Ribeiro Notícias Núcleo Marielle, presente!
A+ a-

Foi inaugurado no dia 24 de abril de 2018 o Núcleo Marielle, presente! O Núcleo, localizado no bairro Providência, Belo Horizonte/MG, é fruto da parceria entre a Rede Educafro Minas, a Escola Municipal Cônsul Antônio Cadar e o Grupo Folclórico Sangê de Minas.

O Núcleo conta com a participação de quase trinta educandos e o apoio de doze educadores voluntários. As aulas acontecem de segunda à sexta-feira, no horário de 19h às 22h.

Ao se lembrarem de que há quarenta dias a vereadora carioca Marielle Franco foi executada e até a presente data nada foi esclarecido pelas autoridades competentes de acompanhar o caso, os educandos decidiram batizar o Núcleo em homenagem a esta mulher negra, feminista e militante dos direitos humanos. E, também, da necessidade de reafirmar que os Núcleos da Rede Educafro Minas são como “quilombos urbanos”, lugares de resistência e luta, espaços coletivos de construção do conhecimento.

“A vereadora nasceu e foi criada na comunidade da Maré, periferia da cidade do Rio de Janeiro, onde participou na juventude de um pré-vestibular comunitário. E é por isso, que nós da Rede Educafro Minas nos sentimos, também, machucados e violentados, porque esta é uma realidade que também atinge nossos educandos e suas famílias. A violência que assola nossos educandos é a que matou Marielle e que ceifa, todos os dias, a vida de tantos próximos a nós [...]

Este é o momento de transformar o luto em luta, o silenciamento histórico em canções de transformação e engajamento. É a hora da união dos que prezam pelos direitos humanos, para a construção de um país mais justo, diverso e paritário. Marielle não tombou por si mesma, mas por todos os que lutam, pela população negra, pelas mulheres, pela população LGBTQI, enfim, por todas e todos que estão buscando a defesa de seus direitos e a garantia de sua dignidade.”[1]

Desejamos o apoio de todos para concretizar este sonho de espalhar por Minas Gerais as sementes da Educação Emancipatória e Libertadora através da Rede Educafro Minas, formando uma grande ciranda pela vida das minorias.  

Ubuntu! Eu sou porque nós somos!

[1] trechos da “Nota de Repúdio: do luto à luta: por Marielle Franco e o fim da violência institucionalizada”, publicada pela Rede Educafro Minas/Centro Franciscano de Defesa de Direitos em 15 de março de 2018.

Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
Notícias
                  
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Centro Administrativo | WebTop
Seth Comunicação