Província Santa Cruz - Franciscanos - OFM - Belo Horizonte, MG
Santo Franciscano do dia: São Benvindo São Benvindo

Da Primeira Ordem Franciscana, bispo de Osimo (1188-1282). Em 1284 o papa Martinho IV permitiu que fosse venerado como santo.

Benvindo Scotívoli nasceu em Ancona em 1188. Sob a orientação de S. Silvestre Guzzolíni, cônego de Osimo e mais tarde fundador dos monges Silvestrinos, cursou direito em Bolonha. Começou por ser nomeado capelão pontifício; depois arcediago de Ancona; e em 1º de agosto de 1263 administrador da diocese de Osimo, que tinha sido anexada à de Numana por Gregório IX, como castigo pela sua adesão ao partido de Frederico II. Restabelecida pouco depois como sede episcopal independente, Urbano IV confiou a sua administração a Benvindo, que em 1267 foi também encarregado por Clemente IV do governo da Marca de Ancona. Nesse período conferiu a ordenação sacerdotal a S. Nicolau de Tolentino. Pela grande devoção que sempre teve para com S. Francisco, acolheu na sua diocese os Frades menores e pediu para ser admitido na Ordem. Vestido o hábito e feita a profissão, empenhou-se em viver no episcopado o espírito seráfico.

Foi um notável e corajoso reformador. Em 1270, por exemplo, proibiu o mosteiro de S. Florêncio, de que era administrador, de alienar os bens. Num sínodo reunido em 1273, proibiu a venda de propriedades eclesiásticas. E em 1274 deu início à reforma do capítulo da catedral e defendeu os direitos da diocese sobre a cidade de Cingoli.

No ministério episcopal teve sempre em mira promover antes de tudo a glória de Deus e dar aos bens do mundo apenas o seu valor relativo e secundário; trabalhar com afinco pelo bem das almas confiadas ao seu cuidado, e pela sua própria. Era exímio em harmonizar a fortaleza com a suavidade nos modos, conseguindo o triunfo da justiça e da paz no vínculo da caridade. Foi um zeloso e bom pastor do seu rebanho, fiel observante das leis de Deus e da Igreja. Assíduo à pregação evangélica e à instrução catequética, fez várias visitas pastorais à diocese e convocou um sínodo diocesano a fim de por meio de sábias normas promover a disciplina eclesiástica. Promoveu a cultura e esmerada formação dos seminaristas, preparando-os para o sacerdócio com a sua palavra inspirada e com o bom exemplo da sua vida santa.

Faleceu em 2 de março de 1282, com 94 anos de idade. Foi sepultado na igreja catedral de Osimo, num nobre mausoléu, por disposição do clero e do povo. O seu sepulcro foi cenário de muitas graças e milagres.

Continue lendo...
Próximos aniversários:
23/03 Leonardo Lucas Pereira
23/03 Geraldo Xavier Portugal
26/03 Celso Márcio Teixeira
26/03 Eron Costa Cerrato
01/04 Flávio Silva Vieira
02/04 Raul Ribeiro de Mello
08/04 Kelisson Geraldo Machado
08/04 Gabriel José de Lima Neto
11/04 Moisés José Bastos
12/04 Luciano Brod
Eventos
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Centro Administrativo | WebTop
Seth Comunicação