Província Santa Cruz - Franciscanos - OFM - Belo Horizonte, MG
Santo Franciscano do dia: Beatos João, Domingos, Miguel, Tomás e Paulo Tomáki Beatos João, Domingos, Miguel, Tomás e Paulo Tomáki

Mártires japoneses da Terceira Ordem (+ 1628), beatificados por Pio IX (07-07-1867).

João Tomáki e seus filhos Domingos, Miguel, Tomás e Paulo, são exemplo raro duma família inteira autenticamente cristã, que deu corajosamente a vida por amor a Cristo.

O pai, João, tinha sido convertido à fé cristã por S. Martinho da Ascensão, um dos primeiros mártires do Japão. Deu hospedagem a muitos religiosos, servia-lhes de guia e intérprete, e foi um ativo catequista. A sua piedosa esposa, ao morrer deixou-lhe quatro filhos e recomendou-lhe que os educasse na fé cristã. Aquando do martírio, Domingos tinha 16 anos, Miguel 13, Tomás 10 e Paulo 7. Todos os membros da família estavam inscritos na Ordem Terceira Franciscana, mesmo os mais pequenos, que eram Cordígeros de S. Francisco.

Sem se amedrontar com os riscos que implicava a colaboração prestada aos missionários, João Tomáki nunca deixou de prestar ajuda aos missionários franciscanos e dominicanos no exercício do apostolado. Veio a ser apanhado em flagrante nessa atividade, e foi com os filhos levado para a prisão de Omura, onde se encontrou com o B. Domingos Castellet. O encontro com esse amigo fiel foi para ele uma grande consolação.

No dia 8 de setembro de 1628, por ordem do governador, foram escolhidos 22 prisioneiros cristãos para serem executados em Nagasáki, e entre eles João Tomáki e os seus quatro filhos. O juiz, incapaz de vencer a constância do pai, tentou por todos os meios, com promessas e ameaças, fazer apostatar os filhos, mas eles mostraram-se dignos do pai. Então o juiz dirigiu-se ao mais novo, Paulo, de 7 anos, tentando vencer a sua fragilidade de criança. Mas ele respondeu com firmeza: “O meu papai e os meus irmãos disseram-me que me ias dar a morte, e é o que eu quero, porque vou para o céu, onde a mamã está à minha espera com uma bela coroa. E no céu também vou encontrar Jesus, que gosta muito de crianças e lhes dará um reino maior do que o do Japão! Também eu quero ir para lá!”.

A coragem dos filhos foi um alívio para o coração do heroico pai, na luta interior que teve de vencer. João é atado ao poste para ser imolado. Tem diante de si os quatro filhos ajoelhados e de cabeça inclinada, que serão degolados antes dele. O verdugo levanta a espada, mas antes de desferir o golpe mortal sobre aquelas inocentes criaturas pergunta ao pai mais uma vez se nem naquele transe quer aconselhar os filhos a apostatarem e a pouparem a vida de todos. Resposta do pai: “E esta a hora da coragem. Meus queridos filhos, o céu está aberto por cima das nossas cabeças. Só mais uns instantes, e entrareis nele gloriosos”. Os filhos responderam: “Somos cristãos! Viva Jesus!”.

A espada feriu as quatro vítimas, e esses anjos voaram da terra ao céu. João, consolado pela coragem dos filhos, deu graças a Deus, e não tardou a seguir no encalço dos filhos. Pai e filhos foram beatificados por Pio IX em 7 de julho de 1867.

Continue lendo...
Aniversariantes do dia:
Beatos João, Domingos, Miguel, Tomás e Paulo Tomáki 13/10 Valter Pinto Vieira Júnior
Próximos aniversários:
15/10 Hugo Maria van Steekelenburg
30/10 Fabiano Aguilar Satler
08/11 Ronilson Caetano da Silva
16/11 Jhonathan Darlon Batista Vieira
20/11 Alexsandro Rufino da Silva
21/11 Antônio Teófilo da Silva Filho
04/12 Robério Antunes Ruas
13/12 José Aguinaldo Querobino
17/12 Jhonatan de Jesus Luiz
21/12 Gilberto Martins Custódio
Eventos
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Seth Comunicação