Termina 3º ENFJ: Carta-Compromisso
Notícias
            Informações             Notícias             Termina 3º ENFJ: Carta-Compromisso
23/07/2018 franciscanos.org.br Notícias Termina 3º ENFJ: Carta-Compromisso
A+ a-

Depois de uma animada procissão, subindo a ladeira do Convento da Penha, os participantes do 3º ENFJ celebraram o encerramento do encontro, em Missa presidida pelo Ministro Provincial da entidade anfitriã, Frei Fidêncio Vanboemmel. Em sua homilia, baseado no lema do encontro e nas leituras do dia, Frei Fidêncio dirigiu à juventude uma palavra de ânimo e coragem.

Ponto de destaque da celebração também foi o anúncio da entidade anfitriã do próximo ENFJ, a se realizar no ano de 2021. Depois de grande expectativa, foi anunciada a Custódia Franciscana de São Benedito da Amazônia como anfitriã, na cidade de Santarém, PA.

Ao final da celebração, foi apresentada a carta-compromisso escrita a partir das reflex?es e dos anseios da juventude que veio a Vila Velha.

Segue o texto na íntegra:

“E o desânimo se converteu em ardor: permanece conosco, Senhor” (Lc 24,29)

Somos jovens de muitas juventudes, de várias idades. Viemos de todas as regiões do Brasil. Nossos sotaques, costumes, origens e mentalidades são muito diferentes e variados. Mas temos algo em comum e que nos une: o amor a Jesus Cristo inspirado por Francisco e Clara de Assis.

Somos jovens de Vila Velha, pois estivemos, entre os dias 19 e 22 de julho, reunidos neste paraíso situado em terras capixabas, acolhidos pelas famílias como filhos e filhas, sob as bênçãos de Nossa Senhora da Penha, a Virgem das Alegrias, Padroeira do Estado do Espírito Santo. Somos jovens de Emaús e, nestes dias de Encontro Nacional, tivemos a chance de recordar que não caminhamos a sós, mas sempre na companhia do Cristo Ressuscitado. Somos jovens que mais uma vez assumem o compromisso de manter o coração abrasado e a mente iluminada pela sabedoria do Evangelho.

Somos jovens com desejo de caminhar. Somos jovens do compromisso, pois sabemos que caminhada se faz com os pés no chão. E é o chão da realidade onde pisamos que queremos transformar com a força de nossa juventude. Somos jovens conectados e queremos ser testemunhas vivas do Ressuscitado no mundo da tecnologia e das redes. Somos jovens do Brasil e queremos renovar o nosso compromisso em denunciar todas as mazelas que vêm maltratando principalmente o povo simples de nosso país: a corrupção, a ganância de poucos, o descompromisso dos poderes públicos, as injustas decisões em prejuízo dos mais pobres, a entrega irresponsável das riquezas de nosso país, a violência de gênero, a intolerância religiosa, o extermínio de jovens negros e pobres, a destruição da natureza e dos bens da criação.

Queremos ser jovens revolucionários, atendendo com coragem o convite do Papa Francisco que nos chama a promover a “Revolução da Ternura”. Queremos ser jovens do discipulado e da missão, com o compromisso de sermos expressão viva e atuante de uma Igreja em saída. Queremos ser jovens da multiplicação, partilhando em nossas realidades as experiências e aprendizados que tivemos nestes dias em Vila Velha. Queremos ser jovens da perseverança, não deixando morrer as sementes aqui plantadas em nosso coração. Queremos ser jovens da comunhão, caminhando em sintonia com todos os ramos e expressões da Família Franciscana, bebendo do carisma que esta família pode nos oferecer.

Queremos ser jovens da abertura e do diálogo, dispostos a ouvir e desejosos de sermos mais ouvidos. Queremos uma formação sólida e permanente para nosso crescimento enquanto expressão juvenil do Carisma de Francisco e Clara. Queremos ser jovens do protagonismo e esperamos contar com a confiança e apoio de nossas entidades na concretização de nossos sonhos e projetos.

Queremos ser jovens da solidariedade e do abraço e, ao modo de Francisco, cultivar a coragem de abraçar os leprosos de nosso tempo, sem medo de ir ao encontro deles, assumindo suas lutas e misérias. Queremos ser jovens do aprendizado e da penitência, pois sabemos que temos limites e pecados e que estes só são superados quando procuramos manter com fidelidade os nossos olhos fixos no Senhor, sem abandonar o compromisso com a realidade.

Somos jovens da fé e da alegria. Desejamos transmitir a força do Ressuscitado em nossos gestos e palavras, em nossos momentos de oração e de descontração, quando nos divertimos e também quando falamos sério, quando louvamos e quando nos engajamos nas causas sociais. Queremos ser jovens do serviço e desejamos, com Cristo e como Francisco, aprender e ensinar a lição do lava-pés.

Somos muitos, somos diversos, desejamos estar unidos na construção do mundo sonhado por Deus em Jesus Cristo. Muito prazer, somos Jovens Franciscanos! Paz e bem!

Vila Velha, 22 de julho de 2018.

Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
Notícias
                  
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Centro Administrativo | WebTop
Seth Comunicação