Novo Governo da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil
Notícias
            Informações             Notícias             Novo Governo da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil
20/11/2018 Equipe de Comunicação do Capítulo: Frei Augusto Gabriel, Frei Clauzemir Makximovitz, Frei Gabriel Dellandrea e Moacir Beggo Notícias Novo Governo da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil
A+ a-

Agudos (SP) – O Capítulo Provincial chegou ao ponto alto nesta segunda-feira, 19 de novembro, com as eleições de Vigário Provincial e Definidores. Com isso, está formado o novo governo Provincial da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, uma entidade que neste ano celebrou 343 anos de fundação. Junto com Frei César Külkamp, que foi escolhido para o serviço de Ministro Provincial no último sábado, foram eleitos: Frei Gustavo Medella, para o serviço de Vigário Provincial; Frei João Francisco da Silva, Frei Paulo Pereira, Frei João Mannes, Frei Daniel Dellandrea, Frei Alexandre Magno da Silva e Frei Mário Tagliari para a função de Definidores.

Os frades capitulares se reuniram na Sala Capitular do Seminário Santo Antônio de Agudos (SP) a partir das 14h30 e só terminaram todo o processo por volta das 17h30. Um total de 118 frades professos solenes tiveram direito a voto. O Ministro Provincial e o Vigário foram eleitos para seis anos e os Definidores para três anos. Agora, o novo governo e o Visitador Geral, Frei Miguel Kleinhans, se reúnem na Sede Provincial para dar início ao Congresso Capitular na próxima semana. Esta nova etapa vai definir as funções de 373 frades no quadro das Fraternidades da Província da Imaculada.

Os novos Definidores e o Vigário serão empossados na Missa de encerramento do Capítulo, no dia 21 de novembro, às 11 horas.

Numa leitura rápida, podemos ver claramente a indicação de um governo experiente para ajudar Frei César no próximo triênio. Apenas um dos eleitos nunca sentou na sala do Definitório da Sede Provincal, o mais jovem de todos, Frei Daniel Dellandrea, que é atualmente pároco em Santo Amaro da Imperatriz (SC). Do governo anterior continuam neste: Frei César, Frei Gustavo, Frei João Francisco, Frei João Mannes e Frei Paulo Pereira. Frei Mário volta ao Definitório, embora desde a eleição de Frei Fidêncio Vanboemmel ele acumulou a função de ecônomo provincial e foi definidor em duas ocasiões antes do último triênio. Frei Alexandre, por sua vez, também volta à função que já desempenhou dois períodos: 1991-93 e 1994-97.

O carioca Frei Medella, aos 40 anos, é um dos mais jovens frades a desempenhar a função de Vigário. Ele foi eleito em segundo escrutínio com 64 votos. Segundo os Estatutos da Província, uma de suas principais funções é assessorar o Ministro Provincial: “É de conveniência que o Ministro Provincial se assessore de irmãos idôneos e competentes, especialmente do Vigário Provincial”. Em 2016, Frei Medella foi eleito Definidor e coordena a Frente de Comunicação desde o Capítulo 2012. Formado em Jornalismo, é experiente no campo da comunicação, tanto que traz no seu currículo o trabalho na filiada da TV Globo em Juiz de Fora antes de ser frade. Assessora hoje a TV Sudoeste de Pato Branco e as emissoras de rádio no território da Província.

O mineiro Frei Paulo é um assíduo frequentador da Sala do Definitório da Província. Este é o seu quarto mandato como Definidor. Em 2000 foi eleito Definidor e reeleito em 2003. Em 2016, no último Capítulo foi novamente eleito Definidor, assumindo também a função de reitor de um dos santuários mais importantes do Brasil e da Província: o Convento da Penha, em Vila Velha, no Espírito Santo.

O gaúcho Frei Mário também vem somar nesse quadro. Eleito Definidor Provincial em 2006, tornou-se secretário da Secretaria de Administração de Bens. Foi reeleito Definidor em 2009 e 2012. Em 2016, assumiu a função de guardião do Convento São Francisco de São Paulo, desempenhando também a função de Ecônomo Provincial.

O catarinense Frei João Mannes é professor e experiente no campo da educação. No último triênio assumiu a função de coordenador da Frente de Evangelização da Educação e a presidência da gigante do Grupo Educacional Bom Jesus.

O paulistano Frei João Francisco soma experiências no campo da Formação e Estudos. Além de guardião do Postulantado Frei Galvão, foi eleito Definidor no Capítulo Provincial de 2016, quando também assumiu a função de secretário da Formação e Estudos.

O carioca Frei Alexandre traz a experiência como missionário na querida Fundação Imaculada Mãe de Deus de Angola, além da experiência em dois definitórios: 1991-93 e 1994-97. Desde o último Capítulo, Frei Alexandre assumiu a coordenação da Frente de Evangelização das Missões. Ele conhece bem também o campo da formação e estudos.

O mais novo integrante do governo, o catarinense Frei Daniel, foi guardião da Fraternidade do Postulantado Frei Galvão de Guaratinguetá e agora é pároco e vigário da Paróquia Santo Amaro da Imperatriz (SC). Desde o último Capítulo assumiu a função de vice-secretário do Secretariado da Evangelização.

O PROVINCIAL

Frei César Külkamp é o novo provincial

Frei César foi eleito em primeiro escrutínio, na Sala Capitular, na sessão capitular que começou às 11 horas deste sábado, 17 de novembro.

Frei César é natural de Ituporanga, onde nasceu no dia 26 de maio de 1969. É filho de Reinilda e Fredolino Külkamp. Vestiu o hábito franciscano na Ordem dos Frades Menores em 11 de janeiro de 1988 e se tornou professo solene em 24 de setembro de 1993. Foi ordenado presbítero no dia 16 de dezembro de 1995.

Frei César tem uma extensa formação acadêmica além de Filosofia e Teologia. Formou-se em Pedagogia na Universidade Católica de Petrópolis (UCP) em 1995 e fez mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000). Neste mesmo ano, concluiu a pós-graduação em Administração de Empresas pela Faculdade Getúlio Vargas.

Aos 49 anos, Frei César tem uma história de dedicação à educação e à formação religiosa franciscana. Tanto que assumiu a direção pedagógica do Colégio “Canarinhos” de Petrópolis em 1994, onde ficou até 1999. No final de 2000 foi transferido para Agudos, onde assumiu como reitor e orientador o Seminário Santo Antônio. Em 2003 foi eleito para o primeiro mandato como Definidor (2004-2006), assumindo também a função de secretário para a Formação e Estudos e vice-mestre no Postulantado Frei Galvão (Guaratinguetá).

No Capítulo Provincial de 2006, foi reeleito Definidor para o triênio 2007-2009. Acumulou as funções de guardião da Fraternidade de Rondinha e Secretário para a Formação e Estudos. Mas no Capítulo de 2009, ele seria mais uma vez confirmado como Definidor até o ano de 2012, também acumulando a função de Secretário para a Formação e Estudos e Mestre para os professos temporários no tempo de Teologia em Petrópolis.

No Capítulo de 2012, Frei César continuou como Secretário para a Formação e Estudos, assumindo também como guardião da Fraternidade do Sagrado, em Petrópolis. Em 2016 foi eleito novamente Definidor, mas ficou por pouco tempo no cargo quando assumiu como Vigário Provincial no lugar de Frei Evaristo Spengler, nomeado pelo Papa Francisco bispo de Marajó. Frei César também desempenhou a função de Secretário da Evangelização no último triênio.

O VIGÁRIO PROVINCIAL

Frei Gustavo Medella, atual Definidor e coordenador da Frente de Comunicação, foi eleito Vigário Provincial em segundo escrutínio por 64 votos. Natural de Petrópolis (RJ), onde nasceu no dia 19 de setembro de 1978. Vestiu o hábito franciscano no dia 8 de janeiro de 2004.

Em 2002, ingressou como aspirante no Seminário São Francisco de Assis, em Ituporanga; em 2003, fez o Postulantado no Seminário Frei Galvão em Guarantinguetá (SP); em 2004, vestiu o hábito franciscano no Noviciado em Rodeio (SC); o curso de Filosofia no Instituto São Boaventura em Rondinha (PR) durou apenas 2 anos (de 2005 a 2006) porque já tinha curso universitário; e de 2007 a 2010, cursou a Faculdade de Teologia, em Petrópolis (RJ).

Fez a profissão solene no dia 2 de outubro de 2010 e foi ordenado presbítero no dia 2 de julho de 2011. Formado em Jornalismo, trabalhou na filiada da TV Globo em Juiz de Fora.

Aos 40 anos, Frei Medella comanda o programa Sala Franciscana, que é veiculado pela Rádio 9 de Julho de São Paulo e recebeu, em 1º de maio, o prêmio Microfone de Prata na categoria programa de rádio religioso da CNBB. Assumiu a coordenação da Frente de Evangelização na Comunicação em 2012 e continuou nesta função até este Capítulo.

OS DEFINIDORES

FREI JOÃO FRANCISCO DA SILVA 
Frei João Francisco foi reeleito em segundo escrutínio com 63 votos.

Natural de São Paulo, Frei João Francisco nasceu no dia 9 de julho de 1969. Filho de Antônio Oliveira e Maria Lindete da Silva (in memorian), ele é o penúltimo de oito irmãos. Frei João Francisco ingressou na Ordem Franciscana ao fazer a primeira profissão religiosa no Noviciado de Rodeio em 2006. Como já tinha o curso universitário, ficou um ano em Rondinha (Filosofia) e cursou Teologia de 2008 a 2011. Foi ordenado diácono pelo Cardel Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, no dia 10 de março de 2012. Professou solenemente na Ordem no dia 7 de agosto de 2011.

“Sou feliz e realizado em minha vocação”. Assim dizia Frei João Francisco da Silva antes de ser ordenado presbítero no dia 6 de outubro de 2012, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Sapopemba, São Paulo.

No ano de sua ordenação, foi transferido para a Fraternidade São José, em Guaratinguetá/SP, como guardião, serviço que continuou até este Capítulo. Foi eleito Definidor no Capítulo Provincial de 2016, quando também assumiu a função de secretário da Formação e Estudos.

FREI PAULO PEREIRA
Frei Paulo foi reeleito em primeiro escrutínio com 66 votos.

Mineiro de Juiz de Fora, Frei Paulo nasceu no dia 18 de dezembro de 1967 e vestiu o hábito franciscano no dia 10 de janeiro de 1987. Professou solenemente na Ordem dos Frades Menores no dia 25 de setembro de 1993. Foi ordenado presbítero no dia 19 de março de 1995.

Em 1995 foi transferido para o Seminário Santo Antônio de Agudos como orientador e professor. Em 2000 foi eleito Definidor para o triênio 2001-2003 e passou a residir no Seminário de Ituporanga. Em 2003 passou a residir na Fraternidade São Boaventura de Rondinha como mestre dos frades de profissão temporária no tempo de Filosofia e, no Capítulo Provincial deste ano, foi reeleito Definidor. Até 2006, residiu nas Fraternidades de Lages e Ituporanga/Seminário, retornando para Agudos, como orientador e vigário da casa em 2006.

No Capítulo Provincial de 2009 foi transferido para a Fraternidade do Divino Espírito Santo de Vila Velha (ES), acumulando as funções de guardião, pároco e ecônomo da Fraternidade. Em 2016, eleito Definidor, passou a residir no Convento da Penha como reitor.

FREI JOÃO MANNES
Frei João foi reeleito em segundo escrutínio com 61 votos.

É natural de de Ibicaré, Santa Catarina, onde nasceu no dia 13 de dezembro de 1962. Vestiu o hábito franciscano no dia 20 de janeiro de 1982 e professou na Ordem dos Frades Menores no dia 8 de dezembro de 1985. Frei Mannes foi ordenado presbítero no dia 17 de fevereiro de 1990 pelas mãos de D. Quirino.

Foi eleito Definidor no Capítulo Provincial de 2012 e reeleito em 2016, quando também assumiu a função de coordenador da Frente de Evangelização da Educação e a presidência da Associação de Ensino Bom Jesus de Ensino.

Aos 56 anos, é professor de Filosofia no Instituto Filosófico São Boaventura e guardião da Fraternidade Bom Jesus da Aldeia, em Rondinha.

FREI DANIEL DELLANDREA
Frei Daniel foi eleito em primeiro escrutínio com 63 votos.

Natural de Ascurra, em Santa Catarina, Frei Daniel nasceu no dia 25 de janeiro de 1981. É filho de Terezinha e Sérgio Dellandrea e irmão de Gabriel Dellandrea, que é frade estudante do primeiro ano de Teologia. Os dois têm mais um irmão, Elton.

Frei Daniel vestiu o hábito de São Francisco no Noviciado de Rodeio, onde sua família reside, no dia 10 de janeiro de 2000. Fez a profissão solene no dia 2 de agosto de 2005. Foi ordenado diácono no dia 21 de abril de 2007 e presbítero no dia 18 de outubro de 2008.

Frei Daniel é pároco da Paróquia Santo Amaro da Imperatriz e vigário da Fraternidade. Desde o último Capítulo assumiu a função de vice-secretário do Secretariado da Evangelização, no lugar de Frei César Külkamp, que assumiu como Vigário Provincial no lugar de Frei Evaristo Spengler.

FREI ALEXANDRE MAGNO DA SILVA
Frei Alexandre foi eleito em segundo escrutínio com 60 votos.

Natural do Rio de Janeiro, onde nasceu no dia 27 de fevereiro de 1963, Frei Alexandre vestiu o hábito no dia 20 de janeiro de 1981 e professou solenemente na Ordem dos Frades Menores em 3 de agosto de 1987. Foi ordenado presbítero em 13 de janeiro de 2007. É filho primogênito de Gélido e Marília Cordeiro da Silva e tem uma irmã, Denise. Viveu mais em Duque de Caxias, onde ajudou muito no seu discernimento vocacional o testemunho de vida dos frades da Matriz de Santo Antônio.

De 1988 a 1994 viveu na Fraternidade Nossa Senhora Aparecida, Itaboraí – RJ, onde em Venda das Pedras, na colônia dos hansenianos, prestou assessoria e formação catequética-bíblica e litúrgica às comunidades no interior do hospital colônia e às colônias na periferia do mesmo. Desse trabalho pastoral passou para a formação no Postulantado Frei Galvão, em Guaratinguetá, onde ficou até 1997, indo para Roma cursar espiritulidade franciscana.

Em seguida, continuou no exterior, mas desta vez como missionário em Angola, de 2002 a 2005. Retornou ao Brasil como vigário e vice-mestre da Fraternidade São Boaventura, Campo Largo (PR), até 2009. Em 2010 foi transferido para a Paróquia Bom Jesus dos Perdões de Curitiba, como guardião e pároco.
Foi Definidor em dois períodos: 1991-93 e 1994-97. Desde o último Capítulo, Frei Alexandre assumiu a coordenação da Frente de Evangelização das Missões.

FREI MÁRIO TAGLIARI
Frei Mário foi eleito em segundo escrutínio com 63 votos.
Natural de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, Frei Mário nasceu no dia 27 de novembro de 1953. Foi admitido ao Noviciado em 20 de janeiro de 1978. Iniciou os estudos de Filosofia e Teologia no Instituto Franciscano de Petrópolis, na Fraternidade do Sagrado Coração de Jesus, Petrópolis, RJ, em 21 de janeiro de 1979. Professou solenemente na Ordem dos Frades Menores no dia 2 de agosto de 1982, ano em que foi ordenado diácono no dia 19 de dezembro. Sua ordenação presbiteral se deu no dia 17 de dezembro de 1983.

Trabalhou na formação em Rio Brilhante no MT e no Postulantado Frei Galvão como mestre em 1989. Em 1992 iniciou o trabalho de captação de recursos no Pró-Vocações Franciscanas, onde ficou durante 12 anos. Assumiu, em 2003, o Serviço Franciscano de Solidariedade (Sefras), onde ficou até 2009.

Eleito Definidor Provincial em 2006, tornou-se secretário da Secretaria de Administração de Bens. Foi reeleito Definidor em 2009 e 2012. Em 2016, assumiu a função de guardião do Convento São Francisco de São Paulo, desempenhando também a função de Ecônomo Provincial.

Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
Notícias
                  
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Centro Administrativo | WebTop
Seth Comunicação