Manifesto dos Frades Menores da PSC às vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho – MG
Notícias
            Informações             Notícias             Manifesto dos Frades Menores da PSC às vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho – MG
28/01/2019 EPC Notícias Manifesto dos Frades Menores da PSC às vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho – MG
A+ a-

MANIFESTO DE SOLIDARIEDADE DOS FRADES MENORES DA PROVÍNCIA SANTA CRUZ ÀS VÍTIMAS DO ROMPIMENTO DA BARRAGEM DE BRUMADINHO – MG

  1. “Se falta o sentido do valor da pessoa humana,
  2.  aumenta o desinteresse pelas outras criaturas e pela Terra”.
  3. (XXIII Jornada Mundial da Paz, 1990)

 

            Os Frades Menores da Província Santa Cruz manifestam solidariedade às vítimas e aos familiares dos que foram atingidos pelo crime ambiental e homicídio coletivo ocorrido em Brumadinho – MG, com rompimento da Barragem Mina do Córrego do Feijão, na tarde de 25 de janeiro de 2019.

            Sob a égide da lógica capitalista selvagem, os avanços da exploração minerária em Minas Gerais, de modo obsceno e irresponsável, vêm deixando rastros de violência, ilusão, desamparo, miséria e morte. A estrutura socioeconômica, os modos e as relações de produção impostos pelo sistema ganancioso mutilam a dignidade humana e ferem a obra da criação de Deus. Nesse sentido, concordamos com o Papa Francisco, que nos alerta a respeito da existência de um terrorismo de base, que deriva do controle global do dinheiro sobre a Terra e ameaça toda a humanidade. Tal sistema é terrorista.

            Vislumbramos que, somente com a união de todos os que amam verdadeiramente a vida de forma respeitosa e plena, em torno de um projeto alternativo, conseguiremos superar os desafios do cenário aterrador. Montanhas são destruídas, pessoas morrem, rios são assassinados, peixes e outros bichos das águas apodrecem na lama... Os impactos socioambientais após a tragédia ocorrida nos últimos dias revelam a urgência de mudança de paradigmas. Nós não nos cansaremos de sonhar e de perseguir a utopia franciscana de um mundo mais justo e fraterno.

            Diante dos graves riscos ao meio ambiente, que se prenunciam pela atual conjuntura dos licenciamentos da atividade minerária, também denunciamos a ineficácia do Estado de Minas Gerais no controle, fiscalização e monitoramento de barragens de rejeitos minerários. Torna-se imprescindível adotar medidas que evitem a ocorrência de novas tragédias semelhantes, num contexto de inseguranças reais.

            Sentimos que a Terra grita por uma profunda conversão ecológica, que não pode ser adiada. Por isso, em comunhão com a Família Franciscana e com os movimentos que se engajam pela proteção de todas as formas de vida, rogamos por Justiça Ambiental e Paz. Juntamente com São Basílio Magno, elevamos ao Deus Altíssimo nossa prece de perdão e de súplica para que nossos olhos e nossos corações se abram ao compromisso e ao cuidado com toda a criação de Deus:

            “Aumenta, Senhor, no nosso íntimo, um sentido de comunhão com todos os seres vivos, a quem deste a Terra como seu lar comum conosco. Com vergonha reconhecemos que exercemos sobre os dons da natureza um domínio arrogante e cruel, e como consequência disso, a voz da Terra, que deveria ter-se elevado a Ti como um cântico, tem sido um gemido de aflição. Oxalá que consigamos aperceber-nos de que as criaturas que compartilham conosco a existência nesse mundo não vivem somente para nós, mas para si mesmas e para Ti, e de que elas também amam a doçura da vida!” Assim seja!

 

  • Belo Horizonte, 28 de janeiro de 2019.
  • Franciscanos da Ordem dos Frades Menores – Província Santa Cruz
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
Notícias
                  
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Centro Administrativo | WebTop
Seth Comunicação