Frades no Panamá, na JMJ
Notícias
            Informações             Notícias             Frades no Panamá, na JMJ
24/01/2019 Diocese de Divinópolis Notícias Frades no Panamá, na JMJ
A+ a-

Foi celebrada, na terça-feira, 22, a Cerimônia de Abertura da Jornada Mundial da Juventude do Panamá, no Campo Santa Maria La Antigua.

Na homilia, o Arcebispo do Panamá e presidente da Conferência Episcopal do país, Dom José Domingo Ulhoa Mendieta, deu as boas vindas aos peregrinos:

“Nossa alegria é imensa diante da presença de todos vocês. Hoje os recebemos com o coração e os braços abertos. Obrigado por aceitar o chamado de nos encontrar neste pequeno país, no qual a fé chegou de mãos dadas com a Virgem Maria, sob o título de Santa Maria La Antigua. Um país que fez seu maior esforço para que cada um de vocês tivesse um encontro com Jesus Cristo: Caminho, Verdade e Vida.”

O Arcebispo lembrou que o Panamá é a primeira diocese em terra firme das Américas, de onde se irradiou o Evangelho para o restante do continente americano, e falou da gratidão a Deus por serem sede desta JMJ, uma “jornada para a juventude das periferias existenciais e geográficas:

“Desejamos que seja um bálsamo para a difícil situação com a que convivem sem esperanças muitos deles, especialmente a juventude indígena e afrodescendente, a juventude que migra devido à resposta quase nula de seus países de origem, que os lançam a semear suas esperanças em outros países, expondo-os ao narcotráfico, o tráfico de seres humanos, a delinquência e tantos outros males sociais.”

Dom Mendieta recordou a todos o lema da JMJ “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a Tua Palavra”, na primeira jornada com um tema mariano:

“Nos olhos de Maria, cada jovem pode redescobrir a beleza do discernimento; em seu coração pode experimentar a ternura da intimidade e a valentia do testemunho e da missão. Imitemos sua disponibilidade a servir, como fez com sua prima Isabel. Estejamos dispostos a que uma espada nos atravesse o coração como aconteceu com Maria, ao viver a paixão de seu Filho e esperar pacientemente sua alegre Ressurreição!”

Por fim, o Arcebispo falou sobre a santidade dos jovens. Para ser santo, é preciso nadar contra a corrente, sair da lógica do “deixe de sofrer”, que faz o ser humano “gastar muitas energias para escapar das circunstâncias onde se faz presente o sofrimento”.

“Não tenhamos medo, queridos jovens, tenham a coragem de ser santos no mundo de hoje, com isto não estarão renunciando à sua juventude ou à sua alegria; muito pelo contrário, mostrarão ao mundo que é possível ser felizes com muito pouco, porque Jesus Cristo, a razão de nossa felicidade, já nos deu a vida eterna, com sua Ressurreição.”

Peregrinos e voluntários

São mais de 100.000 peregrinos, de aproximadamente 200 países.

Além dos jovens, 480 bispos foram inscritos. Destes, cerca de 380 darão catequeses nos dias de evento, nos 137 centros de catequese, que acontecerão em 25 idiomas diferentes.

Há 20.000 voluntários nacionais e 2.455 voluntários internacionais. Os países com mais representantes de voluntariado internacional são a Colômbia, o Brasil, a Costa Rica, o México e a Polônia. O número de jornalistas credenciados é de 2.500.

Província Santa Cruz na JMJ

Frei Arlaton, OFM, e Frei Adenilton foram enviadso representando a Província de Santa Cruz. Assista o vídeo com nossos confrades:

 

Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
Notícias
                  
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Centro Administrativo | WebTop
Seth Comunicação