Defesa de doutorado de Frei Jacir, OFM
Notícias
            Informações             Notícias             Defesa de doutorado de Frei Jacir, OFM
19/12/2018 EPC Notícias Defesa de doutorado de Frei Jacir, OFM
A+ a-

Nosso confrade Frei Jacir de Freitas Faria, OFM obteve o grau acadêmico de doutorado, junto a Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, em Belo Horizonte, no dia 18/12/2018. A defesa aconteceu no campo da FAJE em Belo Horizonte.

O tema de pesquisa de Frei Jacir, OFM foi “O medo da morte e do inferno e sua relação com a devoção a Nossa Senhora da Boa Morte - dos Evangelhos Apócrifos às Irmandades de Nossa senhora da Boa Morte: uma aproximação histórica e teológica”. Frei Jacir foi orientado pelo Prof. Dr. Johan Maria Herman Jozef Konings, SJ.

Atualmente, Frei Jacir, OFM desempenha sua missão franciscana no Instituto São Tomás de Aquino (ISTA), em Belo Horizonte, como reitor.

A Frei Jacir, nossa felicitações e orações pelo caminho percorrido com tanto empenho e por sua dedicação para com a Ordem dos Frades Menores, em favor do Reino.

Sobre a tese

O medo da morte e do Inferno e sua relação com a devoção a Nossa Senhora da Boa Morte, objeto da pesquisa da tese, situam-se no contexto dos evangelhos apócrifos marianos assuncionistas e na sua influência na vida das pessoas e da Igreja na composição do pensamento e da sociedade da Idade Média e Moderna. De modo específico, Frei Jacir procura demonstrar como esse modo de conceber a Teologia, a fé e o imaginário religioso, que chegou ao Brasil com a colonização portuguesa, propiciou a criação de irmandades da Boa Morte.

De modo específico, nosso confrade averigua a ressignificação da devoção lusitana à Dormição de Maria, baseada nos apócrifos assuncionistas, na Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte de Cachoiera, na Bahia, composta desde a sua fundação até os dias de hoje por mulheres negras. Frei Jacir suspeita que desta relação, valores de religiões de matriz africana no período colonial e imperial foram introduzidos na cultura brasileira numa relação sincrética com o catolicismo lusitano tradicional que chegou ao Brasil. Tal relação se estabeleceu como forma de resistência, mas também da aceitação da catequese mariana devocional dos portugueses.

Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
Notícias
                  
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Centro Administrativo | WebTop
Seth Comunicação