Província Santa Cruz - Franciscanos - OFM - Belo Horizonte, MG
Santo Franciscano do dia: São Willehad da Dinamarca São Willehad da Dinamarca

Sacerdote da Primeira Ordem Franciscana (1482-1572), mártir em Gorcum, canonizado por Pio IX (29-06-1867).

Willehad da Dinamarca nasceu em 1482 e contava 90 anos quando sofreu o martírio, infligido pelos calvinistas, depois de ter fugido uma primeira vez à perseguição dos luteranos na Dinamarca. Desde a juventude se tinha consagrado ao serviço do Senhor, tomando o hábito e professando a regra de São Francisco de Assis na Ordem dos Frades Menores.

No século XVI os Frades Menores tinham na Dinamarca 15 conventos e muitos irmãos. O protestantismo caiu como um raio sobre os católicos e com maior sanha sobre os religiosos e o clero. Os franciscanos foram sempre estrénuos defensores da fé católica, e por isso alguns deles sofreram perseguições e foram presos, outros enfrentaram mesmo o martírio, e ainda outros foram brutalmente expulsos dos conventos e tiveram de se expatriar, sobretudo para as nações nórdicas mais próximas, onde exerceram um ministério apostólico difícil.

Willehad refugiou-se na Holanda, onde Deus lhe preparava um novo campo de batalha e lhe reservava a palma do martírio. Acolhido no convento de Gorcum, nesse seráfico asilo o prófugo franciscano era um exemplo de eminentes virtudes. Era tão rigoroso na pobreza, que nada mais possuía senão o breviário para rezar o ofício divino; e duma austeridade tão extrema, que nunca dormia na cama, mas sempre diretamente no chão duro, jejuava vários dias por semana a pão e água, e sujeitava o corpo a frequentes flagelações. A avaliar pela magreza do rosto poder-se-ia dizer com propriedade que só tinha pele e osso. Daí o apelido que lhe davam de "padre penitente". Foi um religioso humilde e obediente, devoto e assíduo na oração, a quem Deus glorificou com carismas especiais. Quando foi feito prisioneiro pelos Geusos, nunca na prisão foi visto senão de joelhos, juntamente com o confrade São Nicásio, que como ele era assíduo na oração. Para ele a cela da prisão era um oratório.

Os hereges, no entanto, não respeitaram a sua venerável canície, antes se assanharam ainda mais contra ele, apesar de dos seus lábios não sair senão esta única expressão: “Graças a Deus!”. Isto mesmo disse quando ofereceu o pescoço para o laço onde ia ser enforcado. Assim agradeceu a Deus antecipadamente o dom do martírio. Também orou pelos verdugos e lhes agradeceu por eles contribuírem para a sua entrada na pátria celeste. São Willehad da Dinamarca era o mais idoso do grupo dos mártires de Gorcum.

Continue lendo...
Aniversariantes do dia:
São Willehad da Dinamarca 20/06 Mário Rodrigues dos Reis
Próximos aniversários:
23/06 João Ricardo Teodoro
27/06 Donizete Afonso da Silva
27/06 Marco Antonio Abreu Lomar
29/06 Pedro Paulo Chiaretti
02/07 João José de Jesus
03/07 José da Silva Pereira
05/07 Wander de Oliveira Souza
23/07 Hilton Farias de Souza
24/07 José Ricardo Vicente
26/07 Feliciano van Sambeek
Eventos
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Centro Administrativo | WebTop
Seth Comunicação